DAX

Microsoft disponibiliza atualização cumulativa 7 para o Microsoft SQL Server 2017

Nova atualização cumulativa para o Microsoft SQL Server 2017 compatível com Windows e Linux. Continuar lendo

DAX: Explicit measures #1

Ultimamente tenho experimentado um pouco de Data Analysis Expressions (DAX). 

Este conjunto de funções vem suportar alguma complexidade que precisamos de acrescentar aos modelos semânticos tabulares como a PowerPivot. 

Uma das funcionalidades interessante deste modelo é podermos juntar ligações de fontes de dados completamente díspares, inclusivamente feeds de dados. 


Nos próximos posts vou deixar algumas dicas que tenho juntado. Nos exemplos vou utilizar a AdventureWorksDW2012.

Para quem ainda não experimentou, fica aqui um first-steps.

Uma primeira reflexão: Acabei de trazer para o meu modelo tabular as tabelas FactResellerSales e DimProduct. Devido á relação existente na DB elas aparecem já ligadas. 


Vamos criar uma pivotTable para brincar com este modelo. 



Na pivotTable coloco o EngishProductName e o SalesAmount para saber as vendas por produto. Se voltarmos á PowerPivot vamos notar que por debaixo da coluna sales amount aprece de forma automática uma agregação. 
(para vermos medidas implícitas precisamos de carregar no botão da imagem que está no separadorAdvanced) 



Agora a agregação 



Pois é, o Excel criou uma agregação implicitamente na nossa PowerPivot… 
Pessoalmente não me agrada nada. Mesmo quando estamos a calcular agregações simples como esta prefiro cria-las explicitamente, algo do tipo: 



E fazer logo hide desta coluna. 
Agora posso usar esta nova medida em qualquer lado e até tem o nome que eu quero! Uma das grandes vantagens de passar a utilizar esta medida é poder utilizar o seu nome em outras medidas e não necessitamos de reescrever a agregação. 


vs 




Quando necessitamos de mudar o cálculo deste somatório e se usarmos o nome da medida vamos conseguir mudar apenas num sítio! 
Acreditem que quando tivermos um workbook com 40 medidas, vai fazer toda a diferença: 
Explicit Measures!

PowerPivot – DAX – Entendendo o contexto de execução

0
Olá a todos! Hoje continuo com o tema DAX. Introdução ao Contexto de Execução Antes de entrar nas especificidades de cada função, conforme anunciei no meu último post que o faria, é importante frisar que o resultado obtido é sempre baseado no contexto atual. O contexto pode vir da tabela que você está trabalhando (novas colunas ao modelo) [...]
Go to Top