Cannot Start the Job because it does not have any job server or servers defined

Olá pessoal, Recentemente peguei um caso onde o job estava desabilitado e até ai tudo normal, você habilita o mesmo com sucesso, porem na interface aparece da seguinte maneira.   Porém ao tentar executar o job você recebe o seguinte erro. Basicamente esse erro acontece quando não existe um target de execução para esse job. […]

Conferences & Presentations of 2014 in Review

Reviewing the year 2014, I can see that I have truly started improving my life by lowering the number of conferences attended & lowering the number of presentations delivered. I am also hoping that I have lowered the number of…

Azure Columnstore, part 2 – Snapshot Isolation & Batch Mode DOP

Welcome to the 2nd blog post in the Azure Columnstore series, as previously mentioned in the Azure Columnstore, part 1 – The initial preview offering. If you are interested in all the articles, feel free to visit my whole Columnstore…

O que você gostou no Microsoft SQL Server 2014

Pessoal, bom dia. Estamos próximos ao final de 2014 e como sempre correndo contra o tempo para conseguirmos finalizar o ano com todos os projetos e atividades concluídas!!! Pois bem, em um ano de lançamento de mais uma versão do Microsoft SQL Server, sendo ela denominada 2014, muito se falou, se comentou, foi destacado, apresentado, […]

Azure Columnstore, part 1 – The initial preview offering

With today’s announcement on the availability and support of the Columnstore indexes in the Preview version of Azure SQLDatabase, I am opening a new subseries in my Columnstore – Azure Columnstore. If you are interested in the basics of Columnstore…

Configurando o SQL Server 2014 AlwaysOn Availability Groups em sub-redes distintas usando o Hyper-V – Parte 4 (FINAL).

Olá pessoal tudo certo? Espero que sim!

  Chegamos na última parte no material que preparei sobre como Configurar o SQL Server 2014 AlwaysOn em sub-redes distintas usando o Hyper-V, hoje vou mostrar como montamos nosso AG com um Listener devidamente configurado. Para quem não lembra do que foi feito nos posts anteriores, você pode acessar eles através dos links abaixo:
 


1.Chegou a hora de finalmente colocarmos nosso AlwaysOn do SQL Server 2014 pra funcionar. 

2.Em todos os nós, abra o Configuration Manager.

3.Clique com o direito no serviço do SQL Server e depois clique em “Properties”.


4.Na aba AlwaysOn High Availability, marque a opção Enable AlwaysOn Availability Groups e depois clique em “Apply”.


5.Um aviso sobre reiniciar o serviço para as novas configurações surtirem efeito irá aparecer, clique em “OK”.


6.Faça o restart do serviço do SQL Server. Tenha certeza de ter feito esta configuração para todos nós.

7.No nó 1 abra o SQL Server Management Studio, conecte-se à instância e crie uma nova base de dados qualquer, no meu caso vou criar uma base chamada teste_alwayson


8.Faça um backup full da base que acabamos de criar para qualquer diretório (é um pré-requisito da criação do Availability Group).

9.Ainda no SQL Server Management Studio, clique com o direito em “AlwaysOn High Availability”, depois clique em “New Availability Group Wizard...”.


10.Quando o Wizard abrir, em Introduction, clique em “Next”.


11.Na etapa Specify Availability Group Name, temos que definir o nome do nosso AG, irei chama-lo de AG_ALWAYSON, definido o nome clique em “Next”.


12.Na etapa Select Databases, selecione a base de dados que criamos, no meu caso teste_alwayson, depois clique em “Next”.


13.Na etapa Specify Replicas, clique em “Add Replica...” e adicione as duas outras instâncias do SQL Server que temos, nó 2 e 3, na coluna Synchronous Commit (Up to 3), marque o nó 1 e 2 apenas, feito isso clique em “Next”.


14.Na etapa Select Initial Data Syncronization, selecione Full, e note que está sendo pedido um diretório compartilhado que seja acessível para todas réplicas. No meu caso, vou criar na unidade “C:” mesmo do nó 1 uma pasta chamada ShareAlwaysOne deixa-la compartilhada com privilégios totais para a conta de serviço que mantém minhas instâncias do SQL Server, no caso é minha conta de Admin do AD mesmo. Para criar o share siga as etapas abaixo:

14.1.Abra a unidade “C:” e crie uma nova pasta chamada ShareAlwaysOn:


14.2.Clique com o direito na pasta que acabamos de criar e depois clique em “Properties”:


14.3.Clique agora em “Share...”


14.4.Garanta que a conta que suporta os serviços do SQL Server possui permissão de leitura/escrita (Read/Write), no meu caso é a conta Administrator, depois clique em “Share”:


14.5.Feito o share clique em “Done”.


14.6.Volte no Wizard do AlwaysOn e especifique o share criado, no caso \\SQL14NODE1\ShareAlwaysOn, clique em “Next”.


15.Na etapa de Validation, é esperado um warning relacionado ao Listener, ignore pois vamos configura-lo depois. Clique em “Next”. 


16.Na etapa Summary, confira as configurações da topologia AlwaysOn que queremos criar e depois em “Finish”.


17.Na etapa Results, um warning sobre o WSFC quórum irá surgir, apenas ignore-o e clique em “Close”.


18.Expanda o AlwaysOn High Availability, depois clique com o direito no AG que criamos, no meu caso AG_ALWAYSON, depois clique em “Add Listener...”.


19.Em Listener DNS Name:, temos que especificar o nome do nosso Listener, vou chama-lo de ALWAYSONLIS.


20.Em Port: especifique 1433.

21.Em Network Mode:, selecione Static IP.

22.Clique em “Add...” na parte inferior.

23.Note que temos as duas subnet’s relacionadas em Subnet, escolha a primeira delas e informe os IP’s “10.0.0.7” e para a outra subnet use “10.0.1.7”, o Listener deve conter um IP para cada subnet do Cluster onde as réplicas existem.

 


24.Configurado o listener, abra o gerenciador do cluster e repare que nosso Listener estará lá associado aos dois IP’s que configuramos. 

25.Para testar o failover, clique com o direito em nosso AG e depois clique em “Failover...”


26.Quando o Wizard abrir, clique em “Next”.

27.Na etapa Select New Primary Replica, repare que para o nó 2 ele marca “No data loss” na coluna Failover Readlinessisto pois deixamos este nó como síncrono. Para o nó 3 que deixamos assíncrono ele alerta que poderá ocorrer perda de dados “Data loss”. Selecione o nó 2 e clique em “Next”.


28.Na etapa Connect to Replica, clique em “Connect...” 


29.Depois de conectado com a instância, clique em “Next”.





















30.Em Summary, clique em “Finish”.


31.Terminado a movimentação, clique em “Close”.

32.Se você reparar em nosso AG, no nó 1 ele já estará listado como Secundário enquanto que o nosso nó 2 virou o Primário.


33.Pronto! Está montado nosso ambiente em Hyper-V com Win Server 2008 R2 + SQL Server 2014 usando AlwaysOn em subnets distintas, totalmente funcional, abaixo está um breve resumo do que foi configurado:

Domínio
Nome do computador: DCAlwaysOn
IP das interfaces de rede: 10.0.0.2/10.0.1.2
Nome do Domínio: AlwaysonDC.net

Cluster
Nome do cluster: SQL_ALWAYSON
IP’s do cluster: 10.0.0.6/10.0.1.6

Node 1
Nome do computador: SQLNODE1
IP da interface de rede: 10.0.0.3
Subnet: 10.0.0

Node 2
Nome do computador: SQLNODE2
IP da interface de rede: 10.0.0.4
Subnet: 10.0.0

Node 3
Nome do computador: SQLNODE3
IP da interface de rede: 10.0.1.5
Subnet: 10.0.1

AlwaysOn
Nome do AG: AG_ALWAYSON
Nome do Listener: ALWAYSONLIS
IP’s do Listener: 10.0.0.7/10.0.1.7

Links de referência:


É isso pessoal! Espero que tenham gostado do material! Qualquer dificuldade estou à disposição, apesar de eu ter testado algumas vezes os procedimentos, se houver alguma parte incorreta por favor me comuniquem.

Um abraço!
http://www.virtualpass.com.br/

[SQLServerDF] Encontro XXIII – Azure Machine Learning

Nesta semana vamos aproveitar que o PFE Thiago Zavaschi está em Brasília para mais uma palestra do SQLServerDF.
Já sabem o que fazer, por favor confirmar presença com nome e e-mail no google groups. Para aqueles que não estão no grupo, basta ir até http://groups.google.com/group/sqlserverdf, fazer sua inscrição e aguardar minha moderação.

Palestra: Azure Machine Learning - AzureML
Palestrantes: Thiago Zavaschi
Data e horário: 11/12/2014, entre 18:00h e 20:00h
Local: Auditório da Microsoft - Brasília

Descrição:
Nessa sessão vamos ver o que é aprendizagem de máquina e a função de um cientista de dados, em que cenários se aplica. Vamos aprender como utilizar a plataforma de aprendizagem de máquina na nuvem da Microsoft (AzureML) e criaremos um modelo completo para verificar o seu funcionamento.

Mini-CV:
Thiago Zavaschi é mestre em computação na área de reconhecimento de padrões pela PUC-PR. Atualmente trabalha como Premier Field Engineer nas áreas de Business Intelligence e Data Warehouse na Microsoft.

[]s
Luciano Caixeta Moreira - {Luti}
luciano.moreira@srnimbus.com.br
www.twitter.com/luticm
www.srnimbus.com.br

SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO – Crashes quando inicia

Recentemente eu troquei meu notebook e comecei aquela velha rotina de instalar todos os softwares que utilizamos no dia. A expectativa era grande pois a máquina tem um hardware melhor. Assim que recebi o equipamento o primeiro software que instalei foi o SQL Server Management Studio 2014, a ferramenta que mais utilizo no dia a … Continue lendo »

Criando CLR em C# para apagar um arquivo via SQL Server

Como podemos criar CLR para apagar um arquivo via SQL Server, neste post será demonstrado passo a passo de como fazer. Primeiramente abra seu Visual Studio, feito isso, será necessário criar um novo projeto, para isso, siga os procedimentos descritos abaixo: Selecione a opção File -> New ->Project; Selecione a opção SQL Server -> SQL Server […]

A fatal error occurred while reading the input stream from the network.

Olá pessoal, Apenas divulgando um problema que me ocorreu recentemente. A alguns dias vinha recebendo a seguinte mensagem de erro no errorlog do SQL Server. A fatal error occurred while reading the input stream from the network. The session will be terminated (input error: 0, output error: 0 A principio, nenhuma aplicação fora do ar […]
Go to Top